sábado, 17 de janeiro de 2015

Maratona Literária - A Droga da Amizade #5

     Oi gente! Como vão?
     Hoje é a quinta resenha da maratona e eu estou bem atrasada... Mas tudo bem.
     Quando soube que o Pedro Bandeira tinha lançado outro livro ano passado eu tinha que ler! Meu ano de 2014 começou com o suposto último livro dos Karas e em 2015 cá estou eu com esses garotos que são o avesso dos coroas, o contrário dos caretas. E dessa fez, infelizmente, esse é o último livro.



                

Título: A Droga da Amizade - Os Karas #6
Autor: Pedro Bandeira
Editora: Moderna
Páginas: 168
ISBN: 9788516093921




     Neste livro o tio Pedro conta como Miguel, Magrí, Crânio, Calu e Chumbinho, e mais tarde Peggy, se conheceram e formaram a turminha dos agentes secretos em busca da justiça no Colégio Elite, em São Paulo e no "mundo", e como eles estão hoje. Trinta anos depois.
Eles viveram cinco aventuras, cada uma mais impressionante do que a outra. A minha preferida é sem dúvida Anjo da Morte, por se tratar de uma "viagem" ao tempo a 2ª Guerra Mundial.

*Droga da Obediência
*Pântano de Sangue
*Anjo da Morte
*Droga do Amor
*Droga de Americana!
*E... A Droga da Amizade



     Nesse sexto livro, podemos voltar a mergulhar nas palavras desse escritor maravilhoso, três décadas depois do primeiro livro lançado, na época FIMDitaduraMilitar aqui no Brasil. Não fui daquela época, mas posso garantir que a melhor coisa que eu já fiz foi pegar um livro dele pra ler. Não me incomodo com sua escrita a 3ª pessoa , na verdade nosso escritor sabe fazê-lo com imensa maestria. Na verdade, quando se trata de Pedro Bandeira o que interessa é a história e não o narrador.
     A diagramação é a mesma dos outros livros, mas a capa(linda!) é a da atual edição da editora Moderna. Tenho uma curiosidade para saber como A Droga da Amizade ficaria com as capas antigas com objetos que descreviam alguma coisa do enredo. Há imagens nos inícios dos capítulos e nos fins. Amei uma imagem que descreve um dos códigos criados pelo nosso gênio Crânio.  O Tenis-Polar!

Voji i amigom ibiaxe
(Traduzindo o código... Veja a imagem abaixo)



     O livro é pequeno, o que prova que o autor não precisa 500 páginas para contar uma boa história, mas podemos conhecer todas as aventuras que levaram esses garotos à união,com uma leitura intercalada entre passado e o presente. Eles queriam tornar tudo muito secreto e não conseguiram porque "alguém" muito esperto acabou descobrindo, criaram códigos, acharam um esconderijo e foram atrás de situações que merecessem a atuação deles. Pelo bem de São Paulo, do mundo e do colégio deles: o Elite! 
     Pedro Bandeira não decepcionou e pude ver que o talento não se perdeu com o tempo! Só fico um pouco chateada disso tudo acabar com esse livro. Quando uma história nos marca, não queremos um fim, mas um novo começo.
     Porém, tudo acaba. Nós nascemos, crescemos, reproduzimos e morremos. É natural do ser humano e de qualquer personagem que esteja nas nossas mentes e corações. Assim aconteceu com os geniosinhos: cresceram, obtiveram sucesso profissional e continuam amigos!



 photo AssinaturaPost21_zps771a3c15.png

2 comentários:

  1. Nossa eu quero ler tanto esse livro, só que antes de eu ler ele preciso ler os livros que vem antes dele ansiosa demais para ler e tenho quase a ligeira impressão que vou ficar louca de felicidade lendo esses livros *...* obrigada pela resenha e pela vontade aumentando cada vez mais de ler Pedro Bandeira. (sinceramente to muito arrependida de não ter lido ele antes u.u)
    Beijos
    maniacaporlivros.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro já faz um bom tempo e lembro que adorei e agora com essa nova edição fiquei com vontade de reler.
    beijos

    eraumavezumaestante.blogspot.com

    ResponderExcluir